Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/01/18 às 10h04 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

UBS 1 de Santa Maria recebe mais médicos e ampliará atendimento

COMPARTILHAR

Unidade funcionará com horário estendido em dias úteis e aos sábados

BRASÍLIA (22/1/2018) – A Unidade Básica de Saúde (UBS) 1 de Santa Maria, a maior da Região de Saúde Sul, recebeu recentemente mais sete médicos, aprovados em concurso público, para reforçar o quadro da Estratégia Saúde da Família (ESF). Além disso, por meio do programa federal Mais Médicos, a unidade recebeu ainda dois novos profissionais.

Antes, havia apenas dois médicos na UBS para atuar em 10 equipes multiprofissionais, responsáveis por atender em torno de 3,5 mil pessoas cada uma. Com os novos profissionais, será possível aumentar a qualidade e quantidade de atendimentos à população, de acordo com a diretora de Atenção Primária à Saúde da Região Sul, Ana Flávia Saraiva.

“É um ganho para a região. Só um médico atende, normalmente, 20 pessoas em um dia. Se tinha dois médicos atuando, havia uma média de 40 atendimentos diários. Ao aumentar para mais sete profissionais, dá uma média de 140 atendimentos por dia”, calcula Saraiva, com relação ao trabalho dos servidores.

Para a diretora, o reforço é muito bem-vindo. Especialmente para as áreas de maior vulnerabilidade onde a UBS 1 é responsável, como a população do Setor Habitacional Porto Rico, em Santa Maria. “Em uma equipe da Estratégia Saúde da Família é muito importante a presença de todos os profissionais que atuam nela. Um médico completa essa função multidisciplinar e traz qualidade ao atendimento assistencial”, ressalta.

Médico Fábio Carvalho

É o caso do clínico Fábio de Carvalho, que veio do Maranhão para Brasília após passar no concurso da Secretaria de Saúde. “Lá eu já tinha experiência com a Estratégia Saúde da Família, atuando na área preventiva, e sei como é um serviço essencial. Creio que isso é um dos fatores que contribuiu para a boa resposta dos pacientes que estamos tendo aqui. Eles têm elogiado muito a vinda dos médicos.”

Para a balconista Maria Lourdes de Oliveira, de 52 anos, o principal benefício com a chegada dos profissionais foi a rapidez no atendimento. “Aqui chegou e é atendido. Não fiquei esperando muito tempo para fazer o preventivo com o médico. Antes, teria que madrugar para conseguir fazer uma consulta de prevenção. Agora está melhor”, comemora a paciente.

Balconista Maria de Lourdes é atendida pelo médico Fábio de Carvalho

Além da recepção dos usuários, os próprios funcionários da UBS também têm elogiado os novos profissionais, segundo o médico de família e comunidade Fernando Gonçalves. “Foi muito boa a receptividade deles. Creio que esse reforço era muito aguardado para fortalecer a atenção básica, tão necessária para a rede.”

HORÁRIO AMPLIADO – Com a vinda dos médicos para compor as equipes, a UBS 1 de Santa Maria ampliará seu horário de atendimento a partir de fevereiro, abrindo nos dias úteis das 7h às 19h, e aos sábados, das 7h às 12h. A UBS 6 do Gama, cidade que junto com Santa Maria integra a Região de Saúde Sul, também funcionará em horário ampliado no próximo mês.

médico de família e comunidade Fernando Gonçalves durante atendimento

“Hoje funciona até às 18h na semana e não tem aos sábados. Com esses novos médicos, conseguiremos ter uma escala perene e fazer um atendimento ampliado com dimensionamento, que não tenha desassistência durante a semana”, explica a diretora de Atenção Primária à Saúde da Região Sul.

A previsão é que a partir de março a UBS 2 de Santa Maria, localizada na quadra 217/317, também passe a funcionar em horário ampliado.

NOVA UBS – Como parte da estratégia de ampliar a cobertura de atenção primária à saúde na Região Sul, uma licitação será aberta em agosto deste ano para a construção de uma UBS em Santa Maria, na Quadra 109. A unidade deverá abarcar até sete equipes da Estratégia Saúde da Família.

“Com isso, vamos poder desfazer os pontos de aluguel ou locais cedidos para a Saúde e, assim, alojar essas equipes em local apropriado”, informou Ana Flávia Saraiva.

diretora de Atenção Primária à Saúde da Região Sul, Ana Flávia Saraiva

COBERTURA – Atualmente, a cobertura da Região Sul, após a conversão do modelo para Estratégia Saúde da Família, é de 83,33%. No Gama, essa cobertura é de 90,47 % e é feita por 48 equipes multiprofissionais, sendo duas delas prisionais. Já em Santa Maria, a cobertura é de 75%, realizada por 28 equipes.

Confira a galeria de fotos.

Acesse o site Saúde da Família.

Leia também...