Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/10/20 às 17h22 - Atualizado em 6/10/20 às 10h44

UBS 5 do Gama estimula crianças a cuidarem da saúde bucal

COMPARTILHAR

Certificados de Coragem e Bravura e de Honra ao Mérito foram entregues para os pacientes após atendimentos

 

JURANA LOPES

 

Com a pandemia do novo coronavírus, a maioria dos atendimentos eletivos das equipes odontológicas ficou suspensa por causa do alto risco de contaminação durante os procedimentos realizados, por conta dos aerossóis produzidos. Muitas mudanças e adaptações foram feitas pelas equipes de Odontologia dos mais diversos setores para se adaptar à nova realidade.

 

Pacientes mirins recebem “certificado de coragem” como incentivo a manter a saúde bucal em dia – Foto: Divulgação

Em algumas unidades, os profissionais usaram a criatividade e criaram equipamentos de proteção adaptados para a proteção contra a Covid-19. Preocupados em aprimorar cada vez mais a qualidade dos atendimentos aos pacientes, assim como aumentar constantemente o grau de satisfação deles, a clínica de Odontologia da Unidade Básica de Saúde 5 do Gama traz mais uma ação.

 

O certificado é distribuído às crianças que fazem tratamento odontológico na UBS 5 do Gama – Arte: Rafael Ottoni

De uma forma simbólica e simples, mas que visa encorajar, reconhecer, valorizar e estimular cada vez mais os pequenos pacientes à ida ao dentista, certificados de Coragem e Bravura ao término do atendimento e, de Honra ao Mérito para conclusão do tratamento odontológico, estão sendo entregues às crianças.

 

“Nossa tentativa é de desmistificar a associação errônea que se faz de dor e sofrimento aos procedimentos odontológicos. Muitas crianças já ficam chorando na sala de espera, antes mesmo de iniciarem os atendimentos. Experiências ruins na infância são levadas para vida adulta e tratar pacientes com medos e receios sempre é delicado”, explica o cirurgião-dentista da UBS 5 do Gama, Cristiano Kyth.

 

Atendimentos de odontologia não pararam por conta da pandemia de Covid-19 – Foto: Divulgação

De acordo com o profissional, a tentativa é de plantar sementes em cada lar, contagiando os integrantes da casa a cuidarem cada vez mais da saúde bucal, em que o medo não se torne um obstáculo aos atendimentos, e a experiência odontológica seja a melhor possível.

 

EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA

REVISÃO: JULIANA SAMPAIO