Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/03/17 às 14h48 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Um gigante chamado Hospital de Base

COMPARTILHAR

As mudanças pensadas visam a melhorar as condições de trabalho

BRASÍLIA (20/3/17) – Há 56 anos, o Hospital de Base fincou suas estruturas na região central de Brasília como unidade de referência no tratamento dos casos de alta complexidade para toda a rede de saúde do Distrito Federal. Seus números impressionam: levando-se em conta apenas o primeiro semestre de 2016, foram 117.285 consultas ambulatoriais realizadas; 47.763 consultas de emergência; 9.609 pacientes de emergência de outros estados do país atendidos; mais de um milhão de exames laboratoriais realizados; 135.008 exames radiológicos; 4.268 cirurgias eletivas e de emergência.

“Cuidar bem de toda essa estrutura é cuidar bem de toda a saúde do DF”, comenta o secretário de Saúde, Humberto Fonseca. “E é nesse sentido que estamos acolhendo o projeto, nascido das discussões com as representações sociais, de criar o Instituto Hospital de Base”, completa. “Dar condições que garantam ao hospital funcionar com eficiência, sem que faltem materiais, serviços e equipamentos, é tratar com o máximo de respeito um corpo funcional que, pela sua capacidade e competência, merece tudo isso”.

O projeto de lei que cria o Instituto Hospital de Base começa a tramitar na Câmara Legislativa e já foi aprovado na Comissão de Assuntos Sociais. Ele estabelece que os atuais servidores do Hospital de Base seguem sendo a sua referência funcional, com todos os seus direitos. Só deixará o Hospital de Base quem quiser. Os que ficarem seguirão servidores públicos, com todas as regras relativas a seu regime específico de trabalho. E servidores aposentados, caso queiram retornar diretamente contratados pelo Instituto, têm a prerrogativa de não precisar passar por novo processo seletivo. Em tudo, é um processo de valorização do corpo funcional do Hospital.

Leia mais:

Confira aqui o Projeto de Lei

Veja aqui a Exposição de Motivos

Secretário esclarece mudanças previstas para o Hospital de Base