Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/03/13 às 13h44 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

Tratamento de crianças com problemas respiratórios é ampliado

COMPARTILHAR

Unidade Mista de Taguatinga irá realizar mais procedimentos especializados em Imunoterapia

A Unidade Mista de Saúde de Taguatinga/UMST, referência no Programa de Asma da SES-DF, inaugura sala de Imunoterapia nesta sexta-feira (15), às 9h. O objetivo da implantação do novo serviço é ampliar o atendimento aos pacientes pediátricos, na faixa etária de zero aos 12 anos, que necessitam de acompanhamento clínico no tratamento de doenças respiratórias.

O serviço de imunoterapia/UMST será responsável pela realização de procedimentos especializados na área, como a imunoalergo-específico (também chamada de vacina para alergia). Esse tratamento auxilia na diminuição da sensibilidade das crianças que desenvolveram quadros alérgicos a determinadas substâncias. O paciente receberá tratamento de acordo com o a avaliação médica e o diagnóstico, de cada caso.

A equipe que irá atender na sala de imunoterapia da UMST será composta por sete profissionais, divididos em diversas categorias: duas médicas (com especialização), uma enfermeira e quatro técnicos em enfermagem, que passaram por treinamento para esse tipo de atendimento.

Para o coordenador-geral de Saúde da Regional de Taguatinga, Otávio Augusto de Siqueira, a ampliação do serviço de imunoterapia representa um importante atendimento aos moradores da região. “A inauguração da nova sala faz parte de um pacote de implantações de serviços da UMST. Há poucos dias inauguramos o espaço de atendimento à Mulher, agora a Imunoterapia. Neste primeiro semestre do ano, implantaremos também o Ambulatório de Saúde do Homem e o Serviço de Acupuntura.”

A gerente da UMST, Eliene Ancelmo Berg, destaca a importância da inauguração de um espaço exclusivo para a imunoterapia. “A sala da imunoterapia é fundamental, para darmos continuidade a um atendimento de qualidade para as crianças que estão em idade vulnerável às ocorrências alérgicas e que precisam de tratamento específico”, destaca a médica.

Em 2012, a UMST realizou 2.620 atendimentos de crianças com processos alérgicos. Já nos primeiros dois meses desse ano (janeiro e fevereiro), 286 crianças receberam atendimento. Destes, dentre das doenças respiratórias, a asma foi doença que mais acometeu os pacientes pediátricos da Regional de Taguatinga.

Claudete Nascimento