Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/12/21 às 11h57 - Atualizado em 16/12/21 às 14h18

Vacinação contra a Influenza ainda está disponível nas unidades de saúde

Toda a população acima de seis meses está apta a receber o imunizante

 

CRISTINA SOARES, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF | EDIÇÃO: MARGARETH LOURENÇO

 

A campanha de vacinação contra o vírus Influenza teve início em abril para alguns grupos específicos. Mas desde julho, de acordo com as orientações do Ministério da Saúde, a vacina foi disponibilizada para toda a população, com exceção das crianças menores de seis meses que não podem receber esse imunobiológico.

 

Vacina contra o vírus Influenza – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

Mesmo com a ampliação, o DF ainda tem cerca de 50 mil doses disponíveis e não atingiu a meta preconizada de 90% de vacinação dos grupos prioritários, como crianças, gestantes, puérperas, idosos e pessoas com comorbidades.

 

O DF recebeu cerca de 1,1 milhão de vacinas contra a Influenza e 90,99% desse total foi aplicado, considerando toda a população e não apenas o público-alvo inicial da campanha.

“Temos visto o aumento de casos de Influenza em diversos estados, principalmente no Rio de Janeiro. A vacina contra a Influenza é segura e previne contra as formas mais graves da doença. Como a campanha ocorreu em paralelo à vacinação contra a Covid-19, percebemos que muitas pessoas ficaram temerosas em receber os dois imunizantes, mas as duas vacinas podem ser aplicadas inclusive no mesmo dia, conforme orientação do Ministério da Saúde”, destaca Renata Brandão, gerente da Vigilância das Doenças Imunopreveníveis da SVS.

 

A influenza é uma infecção respiratória aguda, causada pelos vírus A, B, C e D. O vírus A está associado a epidemias e pandemias, tem comportamento sazonal e apresenta aumento no número de casos entre as estações climáticas mais frias. A vacina disponibilizada na rede pública garante proteção contra os vírus influenza A H1N1 e H3N2, e Influenza B.

 

Caso confirmado

 

Neste ano apenas um caso de Influenza A H3N2 foi registrado no DF e foi importado. O paciente, do sexo masculino, contraiu a doença e recebeu o diagnóstico em São Paulo.

 

O imunizante não deve ser aplicado em crianças com menos de seis meses e em pessoas com história de alergia grave (anafilaxia) a algum componente da vacina ou que tiveram reações alérgicas à dose anterior.

 

Garantir a proteção contra o vírus influenza é tão importante quanto se proteger do novo coronavírus Sars-CoV-2. O vírus da gripe pode ser agente das formas graves da doença, especialmente no período mais frio do ano. A vacinação anual previne possíveis agravamentos e mortes pela doença.

 

Confira os locais de vacinação contra a Influenza. A lista é atualizada diariamente no site da Secretaria de Saúde: https://www.saude.df.gov.br/locaisdevacinacao/.