Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/04/15 às 11h28 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Vigilância sanitária orienta a compra de peixes durante a Páscoa

COMPARTILHAR

Consumidor deve ficar atento na hora de escolher o produto

BRASÍLIA (1/4/15) – A Semana Santa é o período do ano em que as pessoas mais consomem peixes, seja ele fresco ou congelado. A Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde do Distrito Federal orienta que os consumidores prestem bastante atenção na hora da compra, por se tratar de um alimento perecível que requer cuidados específicos. Dependendo das condições de armazenamento, o peixe pode ficar impróprio para consumo em questão de horas.

De acordo com o gerente de Alimentos da Diretoria de Vigilância Sanitária, André Godoy há cuidados específicos para os peixes frescos, salgados e congelados. “Para os peixes frescos é necessário observar se os olhos estão brilhantes, as escamas não podem estar soltando e as brânquias devem ser de cor avermelhadas. O peixe fresco deve estar com ao menos 75% do seu corpo coberto por gelo ou em balcão refrigerado, desde que fechado”.

Um dos peixes salgados mais vendidos na Páscoa é o bacalhau. Ele não pode apresentar manchas escuras ou avermelhadas na sua superfície.

Já os peixes congelados e resfriados precisam estar em temperaturas específicas. “Nos peixes congelados deve ser observada a integridade da embalagem e se possui o selo de registro do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A temperatura do peixe congelado deve estar inferior a -18°C e o resfriado entre 0°C a 4°C”, destaca Godoy.

Se a população quiser fazer denúncia de estabelecimentos que não atendam às normas da vigilância sanitária podem ligar para a Ouvidoria da Secretaria de Saúde, através do telefone 160.

Recomedações
• O estabelecimento deve ser organizado, limpo e sem vestígios de pragas (moscas, formigas, baratas, roedores e pombos);
• Os funcionários devem estar com os uniformes limpos e bem conservados. Aqueles que manipulam alimentos têm que estar com os cabelos protegidos por toucas ou redes, sem adornos (anéis, brincos, colares, relógios, piercings ou pulseiras) e com as unhas bem aparadas e sem esmalte;
• Verifique os prazos de validade e as recomendações dos fabricantes quanto à conservação e manipulação adequadas dos produtos comercializados embalados;
• Deixar para colocar o peixe no carrinho de compras já ao final das compras, para que não fique muito tempo sem estar refrigerado;
• Não deixar o peixe muito tempo dentro do carro.

Leia também...