07/04/2022 às 21h50 - Atualizado em 07/04/2022 às 21h50

Hospital da Criança fez mais de 5 milhões de atendimentos em 10 anos

Índice de satisfação do usuário é superior a 95%; secretário e ministro da Saúde visitaram a unidade

JADE ABREU, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF | EDIÇÃO: MARGARETH LOURENÇO | REVISÃO: JULIANA SAMPAIO

 

 

Desde a inauguração em novembro de 2011, o Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) fez 5.384.931 atendimentos, dados até o final de fevereiro de 2022. Desse total, foram mais de 3 milhões em exames laboratoriais e 736 mil em consultas.

 

A unidade conta com o alto índice de satisfação do usuário, avaliada em 96% com ótimo e bom pelos familiares bem como com percentual de 98,3% nos mesmos conceitos pelos pacientes. As porcentagens foram ressaltadas pelo secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, e pelo ministro Marcelo Queiroga em visita técnica nesta quinta-feira (7).

 

O gestor da Saúde pelo DF destacou os expressivos números e a equipe profissional de excelência que trabalha na unidade. “Um hospital dessa qualidade e com tudo o que é feito aqui é um louvor que deixo a todos”, elogiou Pafiadache.

 

 

O ministro citou o Dia Mundial da Saúde e reforçou a importância de estar no Hospital da Criança Brasília nesta data. “Nós precisamos estruturar o nosso Sistema Único de Saúde para que tenha sustentabilidade e possa incluir cada vez mais pessoas em uma perspectiva gratuita.”

 

O secretário Pafiadache aproveitou a visita do ministro para falar sobre cirurgias cardíacas. Ele destacou a existência de institutos de cardiologia de transplante fazendo cirurgia de baixa, média e alta complexidade com a demanda muito grande. O gestor reforçou que o hospital tem condições e, principalmente, profissionais de altíssimo nível na área de cirurgia pediátrica.

 

Por isso, propôs que a unidade hospitalar passasse a fazer cirurgias pediátricas cardíacas de baixa e média complexidade. O gestor assegurou que a iniciativa “contaria com todo o meu apoio e as cirurgias de alta complexidade ficariam com o Instituto de Cardiologia”, sugeriu.

 

Para a manicure nail design Bruna Pereira, 28 anos, o hospital tem sido importante para tratar uma hérnia umbilical do filho Bryan Cristian Pereira da Costa, 2 anos e 11 meses. “Quando ele nasceu, demorou muito para cair o umbigo. Levei ele ao posto de saúde e me encaminharam aqui, onde devemos fazer uma cirurgia”, conta.

 

Além dos mais de 5 milhões de atendimento, os dados do HCB ainda apontam que foram realizadas 64 mil sessões de quimioterapia, 40 mil transfusões, 10 mil cirurgias ambulatoriais, 27 mil ecocardiogramas, 81 mil raios-X, 39 mil tomografias e 54 mil ultrassons nestes 10 anos e cinco meses de funcionamento. O hospital atende crianças e adolescentes, de 28 dias a 18 anos, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para tratar doenças graves ou de alta complexidade.

 

 

O HCB tem 30,8 mil metros quadrados de área construída, com duas unidades, o Ambulatório e a Internação. No total, são 30 consultórios médicos, 200 leitos, 38 deles de UTI pediátrica e 18 de cuidados intermediários. Ainda há um centro cirúrgico com cinco salas de médio e grande porte e uma área de Ensino e Pesquisa. O funcionamento do HCB é financiado com recursos do Governo do Distrito Federal.