Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/05/19 às 10h57 - Atualizado em 22/05/19 às 11h00

Atendimentos às Vítimas de Violência – HMIB

COMPARTILHAR

Descrição do serviço oferecido:
• Consulta individual e atividades em grupo
• Ações de promoção à saúde e prevenção à violência
• PAV – Programa de Atenção à Violência
• Programa de Interrupção da Gravidez Prevista em Lei

 

 

Forma de Prestação de Serviço:
• Demanda espontânea. Não é necessário nenhum encaminhamento órgão ou setor.

 

• A paciente será atendida por equipe multidisciplinar: Médicos, Psicólogas e Assistente Social. Esse processo avaliativo ocorre em no mínimo 1 semana e no máximo em 2 semanas, podendo variar para mais ou menos o tempo de avaliação em alguns casos específicos.

 

• Já no primeiro atendimento, a paciente é informada sobre as 3 opções de escolha: interromper a gestação (caso cumpra os critérios legais); manter a gestação e entregar a criança para adoção ou ficar e criar o bebê.

 

• Após a realização dessas etapas, a equipe multidisciplinar se reúne para deliberar sobre o pleito da paciente. Se a equipe entender que a demanda da paciente não cumpre os critérios da lei, seja porque seu caso não configura estupro, de acordo com o código penal Art. 213ª e Art. 217ª, seja porque a gestação é incompatível com a data da violência, comunica-se a negativa para a paciente em equipe e é feito encaminhamento para realização do pré-natal e trabalha-se nas outras opções, adoção ou ficar com o bebê, caso a paciente queira, a dupla de psicólogas do programa continua a atendê-la no formato de pré-natal psicológico.

 

• Se os elementos que a paciente apresenta cumprem os critérios exigidos por lei, e os resultados dos exames de ecografia são compatíveis com a data da violência, comunica-se a decisão da equipe de autorizar a interrupção para a paciente, em uma sessão de devolutiva em equipe e se confirma mais vez o seu desejo pela interrupção da gestação e agenda-se o procedimento conforme a idade gestacional.

 

• Se a interrupção da gestação for realizada, a paciente será acompanhada durante todo o processo pelos médicos, psicólogas e assistente social do Programa.

 

• Após o fim do processo de interrupção da gravidez, é agendado retorno com médico, psicóloga e assistente social do PIGL para quinze dias após o procedimento. Nesse retorno será feita uma avaliação biopsicossocial da paciente e serão feitos os encaminhamentos devidos para sanar as demandas apresentada.

 

 

Horários de funcionamento e Telefone:
Funcionamento: Agendamento: segunda à sexta-feira (exceto feriados) de 08:00h às 12:00h e 14h às 18:00h.
Telefone: 2017-1649