Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/07/19 às 13h12 - Atualizado em 11/05/21 às 10h15

Realização de exames laboratoriais referentes às especialidades de Anatomia Patológica e Citopatologia

Descrição

Na Secretaria de Estado da Saúde do Distrito Federal (SES/DF), os exames citopatológicos e anatomopatológicos são divididos em “Exames Tipo A” e “Exames Tipo B”. Os exames tipo A são executados pelos núcleos de anatomia da rede SES/DF: Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB), Hospital Regional de Sobradinho (HRS), Hospital Regional de Taguatinga (HRT), Hospital Regional de Ceilândia (HRC) e Hospital Regional do Gama (HRG). Fazem parte dos exames tipo A: Exame de citologia (cérvico-vaginal, mama e líquidos) e exame anatomopatológico (biópsia). Os exames Tipo B são executados pelos núcleos de anatomia do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) e do Hospital Universitário de Brasília (HUB). Fazem parte dos exames tipo B: Determinação de receptores tumorais hormonais; Imunohistoquímica de neoplasias malignas (por marcador) e Quantificação/amplificação do her-2.


Formas de acesso e Outras Informações:

Para ter acesso ao serviço primeiro você deverá realizar uma consulta com o médico assistente/substituto e obter o pedido para o exame. Em seguida, a sua equipe de saúde (Unidades Básicas de Saúde) ou o setor responsável pela regulação de exames/consultas (hospitais, policlínicas e demais unidades de saúde) lançará o pedido no sistema de regulação da SES/DF e você será comunicado, via contato telefônico acerca do agendamento do exame.

O Mecanismo de comunicação (consulta), por parte do usuário, acerca do andamento do serviço solicitado deverá ser feito através da Central de regulação. Para a consulta, você poderá utilizar o sistema de Ouvidoria e fazer uma solicitação acerca do andamento do exame. Você pode ligar para a Central 162, acessar o Sistema de Ouvidoria o Ouv-DF (https://www.ouv.df.gov.br/#/) ou ainda ser atendido presencialmente nas ouvidorias dos hospitais regionais ou outras do Governo do Distrito Federal. Documentação Necessária 1) Para Exame de citologia ou exame anatomopatológico: o material deverá estar acompanhado de solicitação médica de exame através do prontuário eletrônico (TREKCARE) com história clínica completa, número de SES, número de protocolo de registro no Sistema de Informação do Câncer (SISCAN), dúvidas clínicas e hipóteses diagnósticas. 2) Para determinação de receptores tumorais hormonais, Imunohistoquímica de neoplasias malignas, Quantificação/amplificação do her-2, o médico assistente lançará o pedido no sistema de regulação da SES/DF e o paciente (ou seu representante legal) deverá solicitar o(s) bloco(s) de parafina e laudo correspondente no Núcleo de Anatomia Patológica original e entregá-los no Núcleo de Anatomia Patológica referenciado, juntamente com apresentação da solicitação médica de imunohistoquímica (com história clínica completa, número de SES, dúvidas clínicas e hipóteses diagnósticas) e documento do paciente”.


Documentação Necessária:

 

1) Para Exame de citologia (exceto cervico-vaginal), Exame anatomo-patológico do colo uterino – biopsia, Exame anatomopatológico do colo uterino – peça cirúrgica, Exame citopatológico de mama, Exame anatomopatológico de mama – biópsia, Exame anatomopatológico de mama – peça cirúrgica: o material deverá estar acompanhado de solicitação médica de exame citológico/anatomopatológico padronizado da SES/DF (com história clínica completa, número de SES, número de protocolo de registro no Sistema de Informação do Câncer (SISCAN), dúvidas clínicas e hipóteses diagnósticas) ou impresso de solicitação de exame próprio do SISCAN.

 

2) Para as demais biópsias, peças cirúrgicas e citologias, o material deverá estar acompanhado de solicitação médica de exame citológico/anatomopatológico padronizado da SES (com história clínica completa, número de SES, dúvidas clínicas e hipóteses diagnósticas)

 

3) Para determinação de receptores tumorais hormonais, Imunohistoquímica de neoplasias malignas, Quantificação/amplificação do her-2, o paciente (ou seu representante legal) deverá solicitar o(s) bloco(s) de parafina e laudo correspondente no Núcleo de Anatomia Patológica original e entregá-los no NÚCLEO DE ANATOMIA DA IHBDF juntamente com apresentação da solicitação médica de imunohistoquímica (com história clínica completa, número de SES, dúvidas clínicas e hipóteses diagnósticas) e documento do paciente.


Prioridades de Atendimento

Os exames tipo A não necessitam de prioridade para realização.

Para os exames do tipo B, estabelecemos:

Prioridade 1 – Confirmação/classificação de neoplasia maligna de mama (com fatores prognósticos) e quantificação/amplificação do HER-2, neoplasia maligna de pulmão, linfomas, leucemias, pesquisa de sítio primário de metástases e neoplasias do Sistema Nervoso Central

Prioridade 2 – Confirmação/classificação de outras neoplasias malignas

Prioridade 3 – Confirmação/classificação de neoplasias benignas

Prioridade 4 – Confirmação/classificação de doenças não neoplásicas

 

Observações: Se necessária subclassificação, os critérios de prioridade de neoplasia maligna de mama são: 1) pacientes com tumores de até 2,0cm no maior eixo e axila positiva; 2) pacientes com tumores com axila negativa, de qualquer tamanho; 3) pacientes com tumores maiores que 2,0cm no maior eixo e axila positiva.