31/01/2022 às 18h57 - Atualizado em 31/01/2022 às 18h57

Indígenas Warao são vacinados contra a covid-19

Secretaria de Saúde integra projeto de acolhimento a integrantes da etnia, emigrados da Venezuela

HUMBERTO LEITE, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF | EDIÇÃO: MARGARETH LOURENÇO | REVISÃO: JULIANA SAMPAIO

    Uma equipe da Unidade Básica de Saúde (UBS) 1, de São Sebastião, vacinou 73 indígenas da etnia Warao, na tarde desta segunda-feira (31). Eles emigraram da Venezuela e estão acolhidos no Centro para o Bem Viver Raios de Luz, na mesma região administrativa. Os atendidos, com idades entre 5 anos e 65 anos, receberam primeira dose, segunda dose e dose de reforço.     "É a melhor proteção contra essa doença e agradecemos aos profissionais de saúde por isso", afirmou Eduardo Zapata, que recebeu a dose de reforço no dia do seu aniversário de 54 anos. Já Andreína Jimenez levou o filho André, de 9 anos, para iniciar a imunização. "É muito bom ter o meu filho vacinado", disse.   A enfermeira Helena Cunha, da equipe de vacinação, ressaltou a importância de levar os imunizantes até a comunidade. "Eles estão em contato com os moradores da região, não ficam só entre eles", explicou. As 51 famílias que moram ali têm o costume de estar sempre em grupo, o que facilita a transmissão do vírus.     O Centro para o Bem Viver Raios de Luz é administrado pela Cáritas Arquidiocesana de Brasília e recebe visitas regulares da equipe da UBS 1, de São Sebastião, para promover a saúde dos indígenas da etnia Warao. "Acompanhamos essa população com outros atendimentos", finalizou a profissional.