30/06/2022 às 18h22 - Atualizado em 30/06/2022 às 19h01

Gratificação como incentivo para médicos temporários

Processo seletivo para contratação de mais 70 médicos de cinco especialidades deve sair no próximo semestre

Jade Abreu, da Agência Saúde

O Governo do Distrito Federal vai oferecer gratificação de 25% sobre o vencimento para 251 médicos temporários. O benefício será pago aos profissionais, de todas as especialidade, para tornar o ingresso no serviço público um pouco mais atraente. Segundo a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, a intenção é incentivar esses servidores a se manterem nos quadros da rede pública de saúde.

Benefício vai incentivar médicos a se manterem nos quadros da rede pública de saúde. Foto: Tony Winston-Agência Saúde-DF 


"Esse profissional não tem vínculo com o governo. Assim quando encontra um emprego em que pode receber mais, é normal que saia daquele serviço. Estamos criando condições para que o cargo público de médico temporário seja também competitivo e assim fortalecer a rede", afirma a secretária.

Para o subsecretário de Gestão de Pessoas, Evillásio Ramos, a gratificação também terá a função de estimular os profissionais aprovados em concurso de temporário a priorizarem as nomeações nesses certames. "Tem acontecido muito de elaborar edital para 100 vagas; os profissionais serem aprovados, mas no final, nem mesmo um terço se apresenta para tomar posse", explica .

Para ele, a gratificação é uma forma de atrair também mais candidatos. “Já que percebemos que, a principal causa do desinteresse é a defasada remuneração oferecida em comparação àquela paga aos servidores de carreira e as praticadas no mercado de trabalho", acrescenta Ramos.

O Projeto de Lei nº 2873, de 2022 - de autoria do Executivo - autorizando as gratificações foi aprovado na sessão ordinária de quarta-feira (29) passada na Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Concurso temporários

A Secretaria de Saúde prepara novo edital de processo seletivo para a contratação temporária de mais 70 médicos, sendo 30 da família e comunidade com 40 horas de serviço.

As 40 vagas restantes serão divididas por quatro especialidades: 10 para anestesia, 10 para neonatologia, 10 para pediatria e mais 10 para psiquiatria. Esses profissionais terão carga horária de 20 horas semanais. O concurso ainda está sendo elaborado internamente, mas a previsão é de que a prova ocorra no segundo semestre deste ano.

Profissionais efetivos

No último domingo (26), a Secretaria de Saúde também fez o concurso para a contratação de 230 médicos, 101 enfermeiros e 50 cirurgiões-dentistas. Da parte médica, são 47 especialidades para apresentar um reforço das equipes de trabalho. O edital teve 34 mil inscritos e, além da contratação, será feito o cadastro reserva.