Recolhimento de animais pela Diretoria de Vigilância Ambiental

Endereço:   SHCNW – Setor De Habitações Coletivas Noroeste Trecho-02, Lote 4, Brasília-DF, Via De Acesso Ao Hospital Da Criança.
Telefone: 3449-4434/ 3449-4432
Ouvidoria: 160
Email: svs.gvaz@saude.df.gov.br/ zoonosesdf@gmail.com

Horário de atendimento a população:
Adoção de animais: 10h às 16h;
Coleta de Sangue de cães para exame de Leishmaniose: 8h às 16h
Vacinação antirrábica: 
- Segunda-feira a sexta-feira: 8h às 16h;
- Sábado: de 9h às 13h.


Recolhimento de macacos e micos mortos ou doentes

O recolhimento de macacos e micos mortos é feito para investigação da circulação da Febre Amarela.  A vigilância Ambiental recolhe apenas animais mortos. 

Etapas e prazos:
Até um dia útil para equipe técnica ir ao local avaliar a situação.


Recolhimento de cães e gatos importância em saúde pública

Recolher cães e gatos doentes ou suspeitos de doença com importância para saúde pública para observação dentro da unidade. A unidade não possui capacidade logística de tratamento animal, sendo essa atribuição legal do Hospital Público Veterinário. Apenas mantém os animais em cuidados básicos durante observação, diagnóstico e definição da conduta conforme normatização do Ministério da Saúde e do Distrito Federal.

Requisitos 

O animal deve ter sinais clínicos compatíveis e/ou possuir laudo médico veterinário com suspeita ou confirmação para umas das doenças a seguir:

  • Leishmaniose Visceral Canina (eutanásia humanitária);
  • Raiva (para protocolo de observação);
  • Leptospirose (eutanásia humanitária);
  • Esporotricose (eutanásia humanitária);
  • Outras doenças definidas pelo Ministério da Saúde ou normatização Distrital.
  • Documentos necessários 
  • Somente para animais com tutores:
  • Laudo elaborado por médico veterinário sobre a suspeita ou a confirmação de uma das doenças acima.
  • O tutor deve ser maior de idade e apresentar documento de identificação válido com foto.
  • Será realizada triagem e avaliação do caso pela equipe técnica.

Recolhimento de cães e gatos agressores

Recolher cães e gatos que agrediram seres humanos para observação do protocolo de raiva caso não seja possível realizar a observação no domicílio do animal. Será necessária documentação que comprove a agressão e será realizada avaliação do caso pela equipe técnica.

Requisitos

O recolhimento é feito com cães e gatos que agrediram seres humanos e que não possam ser observados no próprio local onde se encontrem. Para isto o animal deve ter:

  • Agredido ser humano nos últimos 10 dias ou;
  • Mudado seu comportamento clínico nos últimos dias.

É necessário possuir documentos que comprovem a agressão tais como: atestado médico, cartão de vacina do ser humano com aplicação de vacina antirrábica nos últimos 10 dias.

No caso de agressão contra outros animais a SES não observa o animal.

Orientação sobre Tutela e Guarda de Animais Domésticos 

É dever do proprietário cuidar e guardar seus animais. Se houver desejo de passear com os cães e gatos nas vias públicas, é necessário uso de coleira, uma guia, evitando aborrecimentos para o dono e para os demais transeuntes. Em animais de porte médio e grande deve-se usar focinheira. Animais de comportamento agressivo, mesmo que pequenos, também devem usar focinheira.