02/06/2022 às 08h30 - Atualizado em 02/06/2022 às 08h32

Hospitais preparam força-tarefa de cirurgias ortopédicas

Realização dos procedimentos ocorrerá após a chegada de novos perfuradores elétricos. Ao todo, serão 30 equipamentos

Agência Brasília

A rede pública de saúde prepara uma força-tarefa de cirurgias que vai reduzir a fila de pacientes à espera de procedimentos ortopédicos. A iniciativa foi impulsionada pela aquisição de 30 novos perfuradores elétricos adquiridos por meio de um convênio da Secretaria de Saúde com universidades.

Desses perfuradores, dez já foram entregues e os demais serão recebidos em até 60 dias. As primeiras unidades serão distribuídas aos hospitais regionais de Ceilândia (HRC) e de Taguatinga (HRT), que têm a maior demanda atualmente. Os equipamentos também serão enviados para mais dois hospitais da rede pública: Regional de Sobradinho (HRS) e Região Leste (Paranoá).


SES organiza força-tarefa de cirurgias ortopédicas. Foto: Sandro Araújo/Agência Saúde-DF

“Esses perfuradores vão dar vazão à fila de cirurgias. A expectativa é de que, na próxima semana, seja iniciado um mutirão de cirurgias ortopédicas eletivas”, adianta o secretário adjunto de Gestão da Secretaria de Saúde, Jansen Rodrigues.

Recomposição da equipe

Outro fator que ajudará na realização dos procedimentos é a ampliação de carga horária de médicos e de técnicos em enfermagem do efetivo da Secretaria de Saúde. Cento e quatro médicos e 300 técnicos passarão de 20 horas semanais para 40 horas semanais.

Além disso, será lançado um edital para a contratação de 100 médicos temporários, com remuneração mais próxima daquela recebida pelos servidores da pasta. Ainda são aguardadas nomeações de mais 100 enfermeiros de saúde, 40 administradores e 10 contadores.

O novo concurso público da Secretaria de Saúde, a ser realizado em junho deste ano, terá a contratação de 381 novos servidores da saúde, sendo 230 médicos, 101 enfermeiros e 50 cirurgiões-dentistas.