15/06/2022 às 17h45 - Atualizado em 15/06/2022 às 21h33

Saúde reforça vacinação e testagem para conter a Covid

Quatro postos estarão abertos na quinta-feira (15). Ponto facultativo de sexta-feira (16) não atinge servidores da pasta

Da Agência Saúde-DF


Objetivo da pasta é reorganizar o fluxo dos atendimentos incentivando a busca da população pela imunização. Foto de arquivo Breno Esaki - Agência Saúde DF 
 
O Distrito Federal terá pontos de vacinação contra Covid-19 em funcionamento no feriadão. De quinta-feira (16) até sábado (18), a Secretaria de Saúde vai disponibilizar equipes para reforçar a aplicação das doses. A decisão foi anunciada nesta manhã de quarta-feira (15) pela secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, que convocou os gestores das Unidades Básicas de Saúde. O objetivo da pasta é reorganizar o fluxo dos atendimentos incentivando a busca da população pela imunização.
 
"Vamos mudar um pouco a rotina das unidades para reforçar a vacinação e a testagem. Temos mais de 700 mil testes e cerca de 350 mil doses. A vacina precisa estar no braço e não na geladeira”, reforçou a secretária durante o encontro com mais de 30 servidores das regionais de saúde. “Temos vacina para todos. Todos os tipos de imunizantes estão disponíveis: AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer. Inclusive quem tomou a Janssen, já pode fazer o reforço com ela também”, completou.
 
Secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, que convocou os gestores das Unidades Básicas de Saúde para planejar reforço na vacinação. Foto: Sandro Araújo - Agência Saúde DF
Lucilene disse ainda que para enfrentar o aumento do número de casos é necessário o apoio popular. “Precisamos incentivar a população a prosseguir com o ciclo vacinal, só assim a gente consegue conter o aparecimento de casos mais graves”, destacou. A secretária pediu ainda um estudo detalhado da situação de cada uma das 136 salas de vacinação e solicitou a retomada das tendas de testagens em locais mais isolados.
 
“Peço um esforço de cada um de vocês para que a gente faça os remanejamentos necessários para não deixar os serviços descobertos. Vamos juntos construir essas soluções. É um momento que precisamos da ajuda de todos para combater essa alta de casos”, disse a gestora da Saúde.  Segundo o coordenador da Atenção Primária a Saúde, Fernando Erick Damasceno, outras ações serão tomadas ainda neste mês para contratar mais profissionais capacitados para imunização. "Por meio de um contrato com a OPAS, vamos viabilizar pelo menos mais 25 aplicadores para reforçar o atendimento naquelas salas de vacinação com maior demanda", explicou.
 
O subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero Martins, destacou que apesar da alta no número de registro de pessoas infectadas pela covid, os casos estão mais leves. "As pessoas estão saindo, estão indo a shows, festas, a contaminação está em alta, mas com poucos registros de óbitos. Isso é mais uma prova que a vacina funciona", afirmou.
 
'Vacina precisa estar no braço e não na geladeira', reforçou a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio. Foto: Sandro Araújo - Agência Saúde DF
Ponto facultativo
Atendendo ao Decreto n° 43.442, de 14 de junho de 2022, todas as unidades de saúde do DF funcionarão normalmente nesta sexta-feira (17). A determinação, segundo o subsecretário de Gestão de Pessoas, Evillásio Ramos, reforça a necessidade de atendimento da população neste momento de alta nos registros de casos de covid.
 
"Em uma semana, a taxa de transmissibilidade aumentou para cerca de 1,8. As pessoas também estão procurando mais os postos para se vacinar e os hospitais regionais - até pela sazonalidade - também precisam de reforços", afirmou Ramos. "Como a própria secretária Lucilene costuma dizer, agora precisamos de união e compreensão de todos os servidores", completou.