Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/06/20 às 11h40 - Atualizado em 4/08/21 às 9h59

Notificações dos eventos pós uso nos pacientes e das infecções

COMPARTILHAR

NOTIFICAÇÕES

Os Sistemas de Notificação em Vigilância Sanitária têm por objetivo interligar o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) e as informações geradas pelos Serviços de Controle de Infecção Hospitalar, Núcleos de Segurança do Paciente, e também pelos usuários (pacientes, familiares e acompanhantes), possibilitando o registro e o processamento de dados sobre eventos adversos (EA = incidente que provoca dano desnecessário ao paciente durante a assistência à saúde, por exemplo:).

Essa ação é uma etapa fundamental para que as falhas ocorridas sejam verificadas e que sejam instituídas medidas para evitar que EA recorram nos serviços de saúde, com consequente aumento na segurança dos pacientes atendidos.

 

Exemplos de notificações de eventos adversos ou queixas técnicas:

– cirurgia no local errado;

– erro de identificação de paciente;

– quedas;

– erro de diagnóstico;

– erros de medicação que causaram ou não dano à saúde do paciente (por exemplo, troca de medicamentos no momento da administração);

– queixas técnicas decorrentes do uso de artigos médico-hospitalares ou equipamentos médico-hospitalares (por exemplo, produto com suspeita de desvio de qualidade, suspeita de estar sem registro, suspeita de produto falsificado);

– reação transfusional decorrente de uma transfusão sanguínea;

– reação adversa ao uso de medicamentos;

– infecção de sítio cirúrgico;

– infecção de acesso vascular em hemodiálise;

– eventos adversos relacionados a transplantes de órgãos.


SISTEMAS DE NOTIFICAÇÃO:

 

» NOTIVISA

 

Para notificar um evento adverso durante a Assistência à Saúde (Ex: quedas, cirurgia no local errado, retenção de corpo estranho durante cirurgias, erro de identificação de paciente, etc).

 

Cidadão/paciente/familiar (não é necessário cadastro prévio):

(Orientações gerais)

(Formulário de notificação de eventos adverso)

 

A Figura 1 mostra a tela do NOTIVISA para notificação dos eventos adversos pelo cidadão/paciente/familiar:

 

 

 

Instituição/profissional de saúde (já cadastrado previamente no NOTIVISA): http://www8.anvisa.gov.br/notivisa

 

A Figura 2 mostra a tela do NOTIVISA para notificação dos eventos adversos relacionados à assistência à saúde pela instituição/profissionais de saúde:

 

 

Para notificar problemas (eventos adversos e queixas técnicas) com materiais médico-hospitalares e equipamentos durante o uso nos serviços de saúde (Ex: alterações na consistência dos materiais, presença de corpos estranhos, etc).

Instituição/profissional de saúde (já cadastrado previamente no NOTIVISA)

 

Para notificar queixas técnicas relacionadas a medicamentos (pós uso pelo paciente)

Instituição/profissional de saúde (já cadastrado previamente no NOTIVISA):

 

A Figura 3 mostra a tela do NOTIVISA para notificação dos eventos adversos e queixas técnicas de materiais médico hospitalares, equipamentos e medicamentos:

 


» VIGIMED

 

Para notificar eventos adversos relacionados a medicamentos e vacinas (Ex: Erros de medicação – dose errada, horário errado, paciente errado, etc.)

 

Cidadão/paciente/familiar (não é necessário cadastro prévio):

 

 

A Figura 4 mostra a tela do VigiMed para notificação dos eventos adversos relacionados a medicamentos e vacinas pelo cidadão/paciente/familiar:

 

 

Instituição/profissional de saúde (já cadastrado previamente no VIGIMED):

 

 

A Figura 5 mostra a tela do VigiMed para notificação dos eventos adversos relacionados a medicamentos pela instituição/profissional de saúde:

 

 


» FORMULÁRIOS LIMESURVEY

 

Para notificar infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS)

Devem notificar mensalmente os hospitais com leitos de UTI, os hospitais que realizam os procedimentos cirúrgicos de monitoramento obrigatório (cesariana, implantes mamários, artroplastia primária de joelho e de quadril, revascularização do miocárdio e derivação interna neurológica) e os serviços de diálise de atendimento a renais crônicos.

 

 

>>>VÍDEOS TUTORIAIS PARA A NOTIFICAÇÃO NOS FORMULÁRIOS DE IRAS E RM 2021

 

UTI ADULTO – https://pesquisa.anvisa.gov.br/index.php/712858?lang=pt-BR

 

UTI PEDIÁTRICA – https://pesquisa.anvisa.gov.br/index.php/177328?lang=pt-BR

 

UTI NEONATAL – https://pesquisa.anvisa.gov.br/index.php/347271?lang=pt-BR

 

CENTRO-CIRÚRGICO/CENTRO OBSTÉTRICO – https://pesquisa.anvisa.gov.br/index.php/73457?lang=pt-BR

 

DOSE DIÁRIA DEFINIDA (DDD) – https://pesquisa.anvisa.gov.br/index.php/965364?lang=pt-BR

 

SERVIÇO DE DIÁLISE – https://pesquisa.anvisa.gov.br/index.php/512979?lang=pt-BR

 

IRAS RELACIONADA AO SARS-CoV-2https://pesquisa.anvisa.gov.br/index.php/667695?lang=pt-BR

 

CONSUMO DE PREPARAÇÃO ALCOÓLICA – https://pesquisa.anvisa.gov.br/index.php/176812?lang=pt-BR

 

SURTOS EM SERVIÇOS DE SAÚDE – https://pesquisa.anvisa.gov.br/index.php/359194?lang=pt-BR