Saúde da População Negra

Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN) é uma resposta do Ministério da Saúde às desigualdades em saúde que acometem a população e o reconhecimento de que as suas condições de vida resultam de injustos processos sociais, culturais e econômicos presentes na história do País. 

Assim, a ação define os princípios, a marca, os objetivos, as diretrizes, as estratégias e as responsabilidades de gestão voltados para a melhoria das condições de saúde desse segmento da população. Inclui ações de cuidado, atenção, promoção à saúde e prevenção de doenças, bem como de gestão participativa, participação popular e controle social, produção de conhecimento, formação e educação permanente para trabalhadores de saúde, visando à promoção da equidade em saúde da população negra. 

O objetivo é garantir maior grau de equidade do direito humano à saúde, em seus aspectos de promoção, prevenção, atenção, tratamento e recuperação de doenças e agravos transmissíveis e não transmissíveis, incluindo aqueles de maior prevalência nesse segmento populacional. Além de promover a saúde integral da população negra, priorizando a redução das desigualdades étnico-raciais, o combate ao racismo e à discriminação nas instituições e serviços do SUS.

Doenças Mais Importantes, por Razões Étnicas, na População Brasileira Afro-Descendente

Anemia Falciforme e Doenças Falciformes
Deficiência de Glicose-6-Fosfato Desidrogenase
Hipertensão Arterial 
Diabetes Mellitus 
Síndromes Hipertensivas na Gravidez

Gerência de Atenção à Saúde de Populações em Situação Vulnerável