07/04/2022 às 19h27 - Atualizado em 07/04/2022 às 19h27

Ação no Km 2,65 da BR-040 celebra Dia Mundial da Saúde

Iniciativa da Pasta ofereceu diversos serviços a motoristas que passavam pelo local

JURANA LOPES, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF | EDIÇÃO: MARGARETH LOURENÇO | REVISÃO: JULIANA SAMPAIO

 

 

Nesta quinta-feira (7), a Pasta promoveu a ação Saúde na BR, no Km 2,65 da BR-040, no sentido Brasília, entre 9h e 12h. O objetivo foi marcar a data com a promoção a bons hábitos de saúde para maior qualidade de vida. O evento contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Detran-DF, DER-DF, Sest Senat e a ONG Rodas da Paz.

 

Os motoristas e passageiros, abordados em seus carros, pela Polícia Rodoviária Federal, eram convidados a participar da ação. Eles puderam fazer testes de acuidade visual, sífilis, HIV, hepatite B e C, tuberculose e medir a glicemia, além de aferir a pressão arterial e receber preservativos. Houve atendimento nutricional com a avaliação do Índice de Massa Corporal (IMC). Além disso, também receberam orientações acerca da saúde bucal e postural.

 

 

“A saúde é o maior patrimônio do ser humano e pensamos nesta ação para abordar trabalhadores que muitas vezes estão nas estradas e não têm muito tempo para ir até uma unidade de saúde, como caminhoneiros. Queremos fazer com que os trabalhadores repensem seus hábitos e busquem uma vida mais saudável”, explicou a diretora de Saúde do Trabalhador da Subsecretaria de Vigilância à Saúde, Elaine Morelo.

 

Quem participou da ação teve a oportunidade de conferir palestras sobre educação no trânsito, principalmente com a temática de dirigir sob o efeito de álcool. Ainda pôde utilizar um óculos que simula a percepção de uma pessoa embriagada. “Essas ações são interessantes porque nos dão um choque de realidade de como a embriaguez pode alterar a nossa percepção na hora de dirigir”, avaliou o soldador Orlando de Melo, que parou no local por curiosidade e adorou a ação.

 

Junto com ele estava a professora Priscila Marques, que aproveitou para fazer todos os testes disponibilizados. “Fomos pegos de surpresa e estou aproveitando para fazer os exames disponíveis, porque nem sempre tenho tempo para ir até uma unidade de saúde. Achei a temática muito interessante, pois faz a gente ver a importância de se cuidar de maneira ampla”, avaliou.

 

 

Prevenção ao uso da nicotina

 

O evento também promoveu o enfrentamento do tabagismo. Quem parou no local teve a chance de conferir a capacidade respiratória, realizar o teste de dependência de nicotina e receber orientações sobre cigarros eletrônicos. Os interessados receberam encaminhamento às unidades de tratamento de fumantes.

 

Presente na ação, a pneumologista e Referência Técnica Distrital (RTD) de Tabagismo, Nancilene Melo, destacou a importância da adoção de hábitos saudáveis, inclusive a não ingestão de nicotina. “O tabaco mata muito mais que a covid-19 e o tabagismo é uma doença que pode ser evitada. Hoje, há muitas formas camufladas de nicotina, como os narguilês e os cigarros eletrônicos. Todos eles causam dependência e fazem mal à saúde”, informou.

 

 

Ela também destacou que dormir bem é um hábito que deve ser adotado. Uma noite de sono insatisfatória leva o ser humano à privação do descanso e isso pode gerar acidentes de trânsito, principalmente no caso de motoristas e caminhoneiros, destacou a RTD.

 

O professor Esdras Ângelo elogiou a ação. “Eu não esperava e achei super bacana. Consegui aferir minha pressão arterial e a glicemia. São coisas básicas, mas que no dia a dia não paramos e dedicamos tempo a isso”.

 

Surama Oliveira, representante da Secretaria de Saúde no Comitê Intersetorial do Programa Vida no Trânsito no DF, realçou que o Dia Mundial da Saúde é uma data de reflexão sobre o cuidado com a nossa saúde e com o planeta. “Isso envolve questões individuais e coletivas, como trânsito e meio ambiente. Queremos aproximar a população dessas questões e, ao mesmo tempo, levar serviços aos cidadãos”.