21/05/2022 às 13h08 - Atualizado em 21/05/2022 às 13h17

Parceria da Saúde com a Educação assegura vacina no braço e integração com a comunidade

Além da Escola Classe 1 de Sobradinho, há imunização contra covid-19 na UBS 1 da Asa Sul, UBS 2 de Ceilândia e UBS 5 do Gama

Humberto Leite, da Agência Saúde DF | Edição: Margareth Lourenço

A Escola Classe 1 de Sobradinho abriu as portas, neste sábado (21), para receber crianças, adultos e idosos que precisam colocar a vacinação contra a covid-19 em dia. São oferecidas primeira e segunda dose para todo o público vacinável, a partir de quem tem 5 anos; dose de reforço para os maiores de 18 anos e quarta dose para maiores de 60 anos.
 
A diretoria da unidade escolar se preparou para garantir uma boa cobertura vacinal para os alunos e os pais. Hoje também foi dia de reunião escolar para acompanhamento das atividades dos estudantes. Isso garantiu um bom número de pais e filhos, que aproveitaram a data para se imunizar.
 

Helena Silva recebeu a quarta dose em escola de Sobradinho. Foto: Tony Winston - Agência Saúde DF
 
Alberton Lyon foi conversar com as professoras sobre o aproveitamento escolar do filho, Rafael Ribeiro, e os dois saíram da escola com vacina no braço. O adulto tomou a dose de reforço, que estava atrasada, e a criança recebeu a primeira dose do imunizante. "Resolvemos as duas coisas", disse Alberton.
 
A diretora da unidade escolar, Eila Almeida, reforçou a importância de ações que promovem a integração da escola com as famílias. "Traz a comunidade para dentro da escola, gera uma identificação", comentou.
 

A diretoria da Escola Classe 1 de Sobradinho, Eila Almeida, ressalta a importância da integração com a comunidade. Foto: Tony Winston - Agência Saúde DF
 
Mas a vacinação não está restrita à comunidade escolar. A aposentada Helena Silva Costa, 77 anos, aproveitou para receber a sua quarta dose, a segunda de reforço. "Ajudou muito ser perto de casa", comemorou. Quem estava com a dose de reforço atrasada, como o bombeiro civil Francisco Pinheiro também pôde colocar o cartão de vacina em dia.  "É importante. Tem que tomar”, reforçou. 
 
Nesta semana, a Secretaria de Saúde apresentou números que mostram a baixa cobertura da dose de reforço, principalmente na população de 20 a 40 anos, que tem reunido 50% dos novos casos. Link:
 
Hoje, também há vacinação contra covid-19 na UBS 1 da Asa Sul, UBS 2 de Ceilândia e UBS 5 do Gama. Confira os endereços
 
A parceria entre as Secretarias de Saúde e de Educação deve se repetir nas próximas semanas até o fim do mês de junho. Desde o início da campanha de vacinação contra a covid-19 para as crianças de 5 a 11 anos, em 16 de janeiro deste ano, pouco mais de 130 mil receberam a primeira dose, cerca de 50% do público estimado. A segunda dose foi aplicada em 79 mil crianças, aproximadamente 30% da população de 5 a 11 anos, calculada em 268 mil indivíduos, pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal, a Codeplan.
 

As ações de vacinação em escola são fruto de parceria entre as Secretarias de Educação e de Saúde. Foto: Tony Winston - Agência Saúde DF