18/06/2022 às 15h34 - Atualizado em 18/06/2022 às 15h48

Sábado também é dia de vacinar contra a COVID

Nove locais estão disponíveis para imunizar a população. Na quinta e na sexta cerca de 25 mil pessoas se imunizaram no DF 

Jade Abreu, da Agência Saúde-DF

Nove pontos de vacinação estão disponíveis para imunizar a população neste sábado (18). Os locais distribuídos contemplam todas as regionais de saúde do Distrito Federal. A distribuição faz parte dos esforços da Secretaria de Saúde para ampliar a quantidade de pessoas com o ciclo vacinal completo, que imunizou na quinta-feira de Corpus Christi 4.459 pessoas e na sexta outras 20.418 em 77 salas de vacinação. 

 

Adolescentes Paulo Roberto, 10 anos, e Paulo Ricardo, 12 anos, aproveitaram o dia para tomar a primeira dose hoje. Foto: Tony Winston - Agência Saúde-DF

Veja neste link onde se vacinar. 

O técnico de sistemas, Paulo Ribeiro Melo, 44 anos, aproveitou a abertura da UBS 5 do Gama para levar os filhos para tomar a vacina. "Durante a semana fica complicado trazer. Chego em casa tarde e para sair com os meninos é bem difícil", explicou.

Os adolescentes Paulo Roberto, 10 anos, e Paulo Ricardo, 12 anos, tomaram a primeira dose hoje. "Foi aqui perto de casa e acho muito importante que tenha vacina no final de semana e também à noite", afirma Paulo Ribeiro, pai dos rapazes. A Secretaria de Saúde disponibiliza a vacinação de segunda a sexta-feira até as 22 horas na Unidade Básica de Saúde 1 da Asa Sul.   

 

DF dispõe de todos os tipos de imunizantes AstraZeneca CoronaVac Janssen e Pfizer. Foto: Tony Winston-Agência Saúde-DF

A funcionária de empresa de transporte Lília Oliveira, 42 anos, elogiou a iniciativa do GDF de vacinar no feriadão. "No meio da semana, nem sempre dá para conseguir liberação do trabalho, mas também prefiro tomar no final de semana porque se tiver algum tipo de reação fica melhor de descansar".

"Vacina precisa estar no braço das pessoas, não armazenada na geladeira. Vamos fazer a nossa parte e precisamos que a população também faça a sua", afirmou a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio. O DF dispõe de todos os tipos de imunizantes: AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer. “Peço que a população também faça a adesão e busque as vacinas. Os profissionais estão trabalhando sábado e feriado com a intenção de vacinar o maior número de pessoas. Por isso também é tão importante que a população queira ir. Vamos atender a todos", disse a gestora da Saúde.

Para Lília Oliveira, 42 anos, fez diferença ter a possibilidade de vacinar no feriadão. Foto: Tony Winston-Agência Saúde-DF

O coordenador da Atenção Primária à Saúde, Fernando Erick Damasceno, defende que para o enfrentamento da situação sanitária atual, a vacinação ainda é a principal estratégia de contenção eficiente e comprovada. "Temos que reforçar a ideia da imunossenescência, que é a diminuição da eficiência principalmente em populações de faixas etárias mais avançadas a partir do sexto ou sétimo mês", explica.

Ações para ampliar a vacinação
Para garantir ainda mais proteção às pessoas, a Secretaria de Saúde liberou a segunda dose de reforço para pessoas maiores de 40 anos nessa semana. "Completar esse reforço é importantíssimo para a população se proteger contra o vírus. É essa cobertura vacinal que tem garantido o um baixo número de internações e de óbitos mesmo com o aumento do número de casos", conclui a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio.

Além de pessoas acima dos 40 anos, a segunda dose de reforço está disponível para todos profissionais de saúde, inclusive gestantes. Adolescentes a partir dos 12 anos podem receber a primeira dose de reforço. Para as crianças de 5 a 11 anos estão disponíveis vacinas para primeira e segunda dose.

Locais disponíveis contemplam todas as regionais de saúde do Distrito Federal. Foto: Tony Winston-Agência Saúde-DF