19/05/2022 às 19h30 - Atualizado em 20/05/2022 às 13h13

Saúde convida público jovem a tomar dose de reforço contra covid-19 para conter doença

Faixa etária de 20 a 49 anos representa 50% dos casos recentes

Humberto Leite, da Agência Saúde DF | Edição: Margareth Lourenço

Vacinação no posto Drive Thru da 612 Sul - Foto: Tony Winston - Agência Saúde DF

A população do Distrito Federal, principalmente jovem, precisa completar o ciclo vacinal contra a covid-19. Entre os que têm entre 20 a 29 anos, apenas 24,9% estão com o registro da dose de reforço. O dado foi apresentado pela Secretaria de Saúde em coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (19).

"Hoje, 50% dos contaminados são de jovens dessa faixa etária de 20 a 40 anos", detalhou o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache. O gestor lembrou da expectativa que havia para a chegada da vacina para as faixas etárias menores e que essa motivação precisa envolver, também, a dose de reforço. "Precisamos que os jovens voltem a nos procurar e tomem a sua vacina", afirmou.

A gerente do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Distrito Federal (Cievs-DF), Priscilleyne Reis, apresentou dados com números de casos inferiores aos registrados nos primeiros meses do ano, apesar de terem subido. "A população que não procura a cobertura vacinal está adoecendo mais", resumiu. "Após um determinado tempo da vacina, a produção de anticorpos começa a cair, por isso é importante a dose de reforço", completou Priscilleyne Reis.


 


 

A transmissão de covid-19 voltou a subir em maio, passando de 1, o que significa uma nova aceleração da doença. A boa notícia é que a taxa de ocupação dos leitos de UTI covid-19 continua abaixo de 50% e o registro de óbitos não tem acompanhado a subida de casos. Porém, o secretário de Saúde fez um alerta: "Nós podemos ter um aumento de casos e, em razão disso, ter algum impacto nos óbitos".

A Secretaria de Saúde estima em cerca de 743 mil pessoas estejam aptas a receberem a dose de reforço, mas não procuraram um local de vacinação. Todas as pessoas acima de 18 anos que tomaram a segunda dose de Pfizer, Coronavac ou Astrazeneca, há pelo menos quatro meses, devem receber o reforço, também disponível para adolescentes de 12 a 17 anos com doenças imunossupressoras, gestantes ou puérperas. Quem tomou o imunizante da Janssen deve tomar a dose de reforço após um intervalo de dois meses.

Clique aqui para conferir os locais de vacinação: https://www.saude.df.gov.br/locaisdevacinacao/ 


Coletiva de imprensa da Secretaria de Saúde - Foto Tony Winston - Agência Saúde DF