20/05/2022 às 17h28 - Atualizado em 20/05/2022 às 17h35

Secretário visita instalações no Centro Universitário do Planalto Central (Uniceplac)

Faculdade, com cerca de 600 alunos integrando a rede pública de Saúde, inaugura novo espaço para simulação de emergência

Jade Abreu, da Agência Saúde-DF | Edição: Margareth Lourenço

Reitoria da faculdade convidou o gestor para a inauguração de nova ala do curso de medicina. Foto: Sandro Araújo - Agência Saúde-DF

O secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, esteve nas instalações do Centro Universitário do Planalto Central (Uniceplac), nesta quinta-feira (18). A reitoria da faculdade convidou o gestor para a inauguração de nova ala do curso de medicina, o 5º Centro de Simulação Realística do Centro-Oeste.

O novo espaço permite simular complicações de emergência em bebês. O gestor da Pasta destacou que a valorização de instituições de ensino de saúde retorna com a formação dos futuros profissionais que poderão estar na rede pública. "Como um gestor de saúde sou também responsável pela formação e capacitação", enfatizou.

A estudante de medicina Ana Laura Euqueres, 24 anos, conta que está animada em utilizar o novo espaço implantado no Centro Universitário. "Esse simulador faz com que o bebê boneco tenha uma reação de convulsão, de choro, a barriga fica dura, imita febre. Então a gente vivencia ainda na faculdade uma realidade que vamos ter só na frente".

Há cerca de 600 alunos da faculdade fazendo estágio ou residência na rede pública de Saúde do DF. São estudantes de medicina, enfermagem, fisioterapia, odontologia, nutrição e demais especialidades.

O diretor-presidente da instituição, professor Francisco Cruz, ressaltou a importância desse tipo de convênio para a formação dos profissionais. "A parceria que temos com a Secretaria de Saúde é primordial para a formação dos alunos, que precisam de experiências como as que têm na rede."


Secretário destacou que a valorização de instituições de ensino de saúde é recompensada com os profissionais que poderão estar na rede pública. Foto: Sandro Araújo - Agência Saúde-DF

Integralização

Os gestores ainda destacaram a importância do atendimento a pessoas da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride) pelos profissionais. Os ambulatórios costumam receber 1 mil pessoas por mês, com destaque para moradores do Entorno do DF, especialmente Valparaíso e Luziânia. Os atendimentos prestados contribuem para a capacitação dos estudantes e melhor assistência à comunidade.

Contrapartidas

O secretário aproveitou a visita para reiterar a importância da contrapartida entre as duas instituições, assim como ocorre com outras instituições de ensino superior. O uso das unidades públicas pelos estagiários dos cursos dá área de saúde, geram um valor hora-aula a favor da SES.

A Secretaria de Saúde mantém convênio com 23 instituições. Recentemente, parte dos recursos das horas-aula foi utilizado para aquisição de kits de perfuradores elétricos para serem usados em cirurgias ortopédicas pelos hospitais regionais do Gama, de Taguatinga, de Ceilândia, de Sobradinho, do Paranoá e de Planaltina.

Os materiais têm valor de R$ 760.396,44. Kits de perfurador pneumático foram encaminhados dois de cada para os hospitais Regionais do Gama e de Planaltina, três para o de Ceilândia, quatro de cada para os hospitais de Sobradinho e do Paranoá, além de mais cinco para a unidade de saúde de Taguatinga. O valor dessas aquisições ficou em R$ 520 mil.

A aquisição de 50 leitos para o Hospital Cidade do Sol, localizado na Região Administrativa do Sol Nascente, também foi possível a partir desse tipo de convênio. Houve ainda a compra de 11 focos cirúrgicos, equipamento usado para iluminação do paciente durante cirurgia.


General inaugurou o 5º Centro de Simulação Realística do Centro-Oeste. Foto Sandro Araújo - Agência Saúde-DF